quinta-feira, 10 de junho de 2010

Velhice Pobre?

É comum ouvirmos pessoas, falarem acerca das reformas e referirem "quando chegar ao meu tempo, já não há reformas!"

Esta atitude é perigosa, porque se hoje desconto um terço do meu salário para assegurar a minha reforma, quero mesmo, ter reforma e, mesmo que isso seja daqui a trinta, quarenta anos, ou cinquenta anos, nada justifica a leveza e a naturalidade com que se assume estas situações, como se fossem naturais!

Às vezes, queria ser grega... porque a situação pode ser pior, mas, as vozes da indignação fazem-se ouvir!

4 comentários:

Sea disse...

A verdade é que pode mesmo acontecer não termos dinheiro disponivel quando nos quisermos reformar..... tudo depende da quantidade de gente que está a trabalhar para nós :D

Vamos esperar e envelhecer tranquilos ;)

**

Neisseria Gonorrhoeae disse...

Eu acho que vamos endireitar. mas vamos sofrer para tal.

Aliás, curioso de ver, que na europa, só faltam 3 países deixarem de ser SOCIALISTAS. Curioso porque esses 3 países são:

- Grécia,
- Portugal,
- Espanha.

É curioso ou não é curioso?

Jinhos

Magnoria disse...

O Português só sabe fazer barulho na Segurança Social e nos Centros de Saúde. Infelizmente, no que toca á união social, essa desaparece na hora "H".

marie disse...

Pois é... Por essa logica deixamos de trabalhar!